Móveis em MDF vs móveis de Painel de Partículas (MDP) – Qual a melhor escolha?

MDF vs Madeira Sólida? Veja nosso comparativo e tire suas conclusões.
2 de agosto de 2017
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Comparativo entre MDF e MDPEnquanto a madeira sólida oferece uma série de vantagens que a tornam o material com o acabamento mais cobiçado, ela também vem com uma desvantagem notória: o custo. A madeira fornece um aspecto polido e uma durabilidade imbatível, mas equipar todo um edifício ou até mesmo sua casa com móveis em madeira maciça pode simplesmente estourar o orçamento de vários bolsos, enquanto que os móveis em MDF ou em painel de partículas (MDP) não.
Os fabricantes de móveis geralmente reduzem o custo total de seus produtos usando MDF e ou placas de partículas para construir partes dos móveis que não sejam constantemente visíveis. Estes materiais também podem ser usados ​​para criar peças inteiras, o que os torna uma opção extremamente viável, tanto é que hoje, no caso do Brasil, a grande maioria dos móveis são feitos em MDF.

Tanto o MDF quanto o painel de partículas (este conhecido aqui no Brasil simplesmente por painel) são classificados como materiais compostos. Em vez de serem extraídos diretamente da natureza, eles são criados nas fábricas usando vários métodos de prensagem para criar placas que podem variar em espessura e densidade. A grande vantagem é que essas alternativas de madeira são muito mais baratas e podem ser criadas com um nível de consistência quando se trata de densidade e uniformidade que simplesmente não são encontrada naturalmente. Então, se a madeira maciça estiver fora de sua faixa de preço, a Planejada móveis planejados tem aqui este guia completo que contém tudo o que você precisa saber para escolher o material certo e mais adequado para o seu caso.

O que é o MDF?

O nome MDF significa fibra de densidade média e é um termo inglês. Em algumas áreas do mundo, são cultivadas certas espécies de árvores, sendo a grande maioria delas provenientes de reflorestamento, que depois são cortadas em lascas, de onde saem as fibras, e depois, através de um processo que envolve resinamento, pressão e calor, é finalmente criado o MDF. Uma vez que a polpa ou fibras foram coletadas, elas são colocadas através de uma linha de recuo onde uma resina de cera, que evita o aglutinante e o formaldeído é adicionada à mistura. Depois que as fibras tratadas forem secadas, elas entram em uma prensa quente que ativa os produtos químicos de ligação e distribui uniformemente as fibras em placas de diferentes tamanhos.

Vantagens dos móveis em MDF

  • Como mencionado acima, o MDF é uma alternativa mais barata do que a madeira maciça.
  • Produto uniforme sem nós ou manchas.
  • Fornece uma superfície plana e lisa que o torna ideal para substratos de folheado
  • Não inclui grãos, o que significa que suas propriedades são exatamente as mesmas em todas as direções
  • Leve facilmente tinta e outros acabamentos
  • Não se dilata e nem contrai de acordo com as condições climáticas, diferentemente da madeira

Desvantagens dos móveis em MDF

  • O MDF tende a ser absorvente, o que significa que irá aspirar a tinta e pode inchar se ficar molhado.
  • Precisa ser devidamente selado, a fim de evitar danos causados ​​pela umidade e deformação.
  • Os pregos podem criar um efeito de puckering.
  • Inserir um parafuso ou as unhas na borda da placa de MDF resultará na divisão das mesmas, caso o MDF não seja selado.
  • O formaldeído utilizado no processo de fabricação é um carcinógeno conhecido. Muitas empresas estão eliminando esse produto químico de seu processo de produção e apresentando alternativas mais seguras.

O que é o painel de partículas? (comercialmente chamado só de painel ou MDP)

Embora o aglomerado e o MDF façam parte da mesma placa composta e da família de produtos de fibra, existem algumas diferenças importantes a serem ressaltadas. O painel de partículas é mais barato e considerado mais leve e mais fraco do que outras opções. Quando começou a ser fabricado a uma taxa notável durante a Segunda Guerra Mundial, ele simplesmente consistia em detritos que foram retirados do chão das fábricas e colados uns aos outros. Ao longo dos anos, o processo de fabricação melhorou e as empresas começaram a oferecer diferentes tipos de aglomerados. Por exemplo, agora você pode comprar um painel de partículas de densidade que usa partículas menores próximas da superfície para aumentar a força.

A fabricação de painéis também envolve mais etapas do que o MDF. As máquinas têm que classificar os diferentes tamanhos das aparas de madeira e certificarem-se de que elas estão distribuídas corretamente. Além disso, diferentes misturas químicas são usadas de acordo com as propriedades que o produto final precisa ter. O painel pode ser feito para resistir a água, fogo e insetos. Finalmente, o aglomerado inicial que posteriormente formará o Painel, depende de uma pressão a frio em vez de um processo de pressão quente (usado no caso do MDF) para endurecer e colocar todas as colas necessárias.

É de surpreender saber que na década de 1950, o painel de partículas tornou-se um popular material de armários de cozinha, e era, por incrível que pareça, mais caro do que madeira maciça. À medida em que o processo de fabricação mudou, o preço caiu e as empresas começaram a usá-lo como uma forma de produção em massa para móveis de baixo custo. Hoje em dia, existem diferentes qualidades de painéis, assim você precisa ficar de olho e saber o que está comprando.

Vantagens do MDP

  • Não só é muito mais barato do que a madeira, como também é menos caro do que o MDF. Isso faz com que seja uma ótima opção para aplicações de construção como sub-pisos, que nunca são vistos de qualquer maneira.
  • Ele vem em uma variedade de notas, espessuras e densidades para que você possa encontrar a escolha certa para suas necessidades.
  • Os produtos de qualidade superior oferecem grande resistência e densidade.
  • Oferece algumas características ambientalmente amigáveis, uma vez que é feita com restos e resíduos.
  • Um produto leve, o que significa que o mobiliário de escritório feito com aglomerado é fácil de mover.
  • As peças de mobiliário geralmente são pré-laminadas e apresentam um design pronto. Tudo o que você precisa fazer é seguir as instruções para montar um produto acabado.
  • Desvantagens da placa de partículas
  • Uma grande variedade de produtos químicos, incluindo formaldeído, são utilizados no processo de fabricação. Quando o aglomerado é cortado e lixado, esses produtos químicos são liberados, o que significa que qualquer pessoa que trabalhe com esses materiais deve limitar seu tempo de exposição.
  • Aglomerado também é sensível à umidade. Se ficar saturado com água, ele se inchará e desmoronará.
  • O aglomerado barato costuma diminuir ao longo do tempo. Não é ideal para extensões longas de prateleiras que requerem uma integridade estrutural duradoura.

Escrito pela redação da Planejada Ambientes Planejados

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *